Ostentação: A Estética Valiosa do Funk e Trap

Ostentação do Funk e Trap

A Ostentação do Funk e do Trap, a estética valiosa que circula na música urbana, entre MCs, DJs, produtores e empresários, sendo fundamental para compor o visual da cena.

Você se lembra? “Imagine eu de Megane ou de 1100” ou «Contando os plaque de cem, dentro de um Citroen” Pois bem, o tempo passou mas a essência continuou forte.

Hora de falarmos da parte glamourosa da música urbana, uma das metas dos MCs e DJs que estão buscando estourar na cena, e a virada de chave financeira.

O Funk e o audiovisual se uniram em meados de 2012, após o surgimento do funk ostentação, como maneira de mostrar em imagens o que os MCs falavam nas músicas.

Saiba Mais Sobre: Funk Ostentação: Hits Da Década Passada – #BatalhaFUNK

(Foto: Reprodução instagram / Naldo e Bruno Vinicius)

Estética e Autoestima 

O jovem brasileiro em sua maioria passa por um turbilhão de emoções durante a sua vida, e uma delas é a sua auto estima.

Sentimento esse que pode estar ligado a diversos fatores, e trazendo para o nosso assunto, a estética contribui muito para elevar a auto estima dos jovens que consomem música urbana.

Que através de marcas de roupas, jóias, carros, se projetam como pessoas poderosas perante a sociedade, uma maneira de se provar e agregar valores pessoais.

Um assunto delicado onde a cena que produz e vende esse estilo de vida precisa tomar alguns cuidados ao passar para os jovens como conquistar essa virada de chave.

Veja Também: Top 5 De Carros Preferido Dos MCs – #BatalhaFUNK

(Foto: Reprodução instagram / MC Hariel)

As Marcas do Funk e Trap

Do mesmo jeito que lá em 2010 marcas como Ecko, Oakley, Brooksfield, Polo Play, Lacoste, Onbongo e Quiksilver dominam a moda da época, não mudou muita coisa, apenas algumas marcas.

Trazendo para os dias atuais, as marcas queridinhas dos MCs, DJs e consumidores de Funk e Trap, são: Lacoste, Tommy Hilfiger, Oakley, Prada, Balenciaga, Nike e Gucci.

Então o modus operandi não mudou, a essência de criar estilos com marcas de roupas caras só mudou com as épocas, mas a intenção segue a mesma.

Influência na Internet

Não só a música tem o poder de influenciar pessoas, a internet está aí para nos mostrar o quanto de influencers e conteúdos nos atingem a todo momento.

Lojas como a Tatuapé Conceito que surfa esse momento próprio da música urbana, que através dos MCs, DJs e figuras da internet, fomenta o desejo em seus seguidores.

Contribuindo para a cena se solidificar entre grandes marcas de grifes, marcas esportivas e com conteúdos exclusivos com os custos elevados. 

E aí, qual marca você mais gosta? Prefere as marcas atuais ou as marcas antigas? Conte aqui para nós do BatalhaFUNK, deixe seu comentario sobre A Ostentação do Funk e do Trap.