Sabe Qual Dia É Hoje? O Dia Do Samba

DIA DO SAMBA

Dia 02 de dezembro é um dia importante para a música brasileira, é a data da celebração de um dos ritmos musicais mais apreciado e respeitado nacionalmente, o Samba. 

Esse dia foi instituído em homenagem a um dos maiores nomes da música brasileira, um dos propulsores do ritmo, o sambista Ary Barroso. 

Diretamente de Minas Gerais, compôs a incógnita música “Na Baixa do Sapateiro” música que viria a se tornar uma grande representação para o povo da época.

Em 1963 um vereador da cidade resolveu estender essa homenagem, instituindo a data como dia do samba, que anos mais tarde se tornou data oficial em território nacional.

Ao longo dos anos, sambistas que através das músicas exaltavam suas regiões, onde as pessoas se identificavam com as canções, músicas como “Trem das Onze” e “Saudosa Maloca” de Adoniram Barbosa, transformaram a rotina das pessoas da cidade de São Paulo.

Saiba Mais Sobre: Samba e Funk na Copa: A Trilha Sonora da Seleção – #BatalhaFUNK

fundo de quintal
(Foto: Reprodução)

 
Os Subgêneros

O ritmo tem raízes em danças que eram trazidas para o Brasil por escravos africanos, com forte influência de estilos que já eram apreciados no país, como o xote, a polca e o maxixe. O ritmo se tornou uma das principais manifestações culturais do Brasil. 

Como qualquer outro gênero do Brasil, o movimento se desenvolveu com o tempo diversas ramificações entre variações de ritmos e estilos. Misturando com outros ritmos musicais e grupos culturais da época. 

Samba de Roda

A primeira versão e a forma mais tradicional do gênero, o Samba de Roda, onde todas as variações do ritmo surgiram através desse formato de se fazer samba, diretamente da Bahia, onde era tocado e apreciado pelos escravos onde a relação direta com o jogo de capoeira fez juz ao nome, o “Roda” vem através das rodas de capoeiras, já que durante sua prática, um círculo de pessoas é formado e ao revezam-se durante a dança-luta.

Atualmente, samba de roda pode ser facilmente confundido com a roda de samba, esse quando um grupo se apresenta sentado, formando um círculo, possibilitando a interação dos participantes com o público ao redor.

Partido Alto

Derivado do samba de roda, o partido alto é um subgênero em que durante a apresentação dois ou mais vocalistas revezam entre si, que dão a este estilo muito dinamismo. 

O Partido Alto dos subúrbios e favelas do Rio de Janeiro, de onde se popularizou para o restante do país. Daqui surgiram os maiores nomes do movimento que são eternizados até hoje nos dias atuais.

Saiba Mais Sobre:  Ser Independente ou Assinar com Produtora – #BatalhaFUNK

DIA DO SAMBA
(Foto: Reprodução Instagram)

Pagode

O Pagode não se caracteriza como um estilo musical ou um subgênero do Samba. A palavra de origem africana, dá nome às festas que aconteciam nas senzalas, e eram acompanhadas por muita música. 

Somente no final da década de 70, o termo passou a ser associado às festas que aconteciam em casas do subúrbio do Rio, onde rolavam as rodas de samba e surgiam os cantores de alto partido.

Samba de Gafieira

O samba de gafieira é uma dança de salão, o que diferencia é a atitude do dançarino diante de sua companhia. 

O estilo, que também nasceu do Rio de Janeiro, tem as características do gingado e posse do carioca.

Samba Rock

O Samba-Rock nasceu da mescla entre o Samba e o Rockabilly (vertente do rock’n’roll que mistura R&B e música country). 

O estilo surgiu nos bailes de salão em São Paulo entre as décadas de 60 e 70 e naquela época era conhecido como Sambalanço, para mais tarde se tornar Samba-Rock.

Samba Enredo

Ritmo feito especialmente para o desfile de uma escola de Samba, o subgênero surgiu no Rio de Janeiro, na década de 30, feito especialmente para o carnaval. 

Com a disputa nos desfiles entre as agremiações, os sambas enredos são produzidos para cada edição sobre uma só temática.

E aí qual ritmo você gosta mais, conte para nós aqui do #BatalhaFUNK